Quem é Chris Claremont?

Nascido Inglês mas famoso por suas HQs americanas, falaremos hoje de um mito e gênio dos quadrinhos: Christopher S. Claremont nascido em 25 de novembro de 1950 em Londres, Inglaterra é um dos mais conhecidos roteiristas e aclamado por seus roteiro de Uncanny X-men entre 1975 a 1991.
Durante o período na Marvel Claremont co-criou vários personagens como: Vampira, Psylocke, Lince Negra, A Fênix, Mistica, Mestra Mental, Emma Frost, Forge, Banshee,  Jubileu, Rachel “Summers” Grey, Madelyne Pryor, Dentes de Sabre, Fortão, Senhor Sinistro, Capitão Britania e Gambit.

A mais clássicas histórias de Claremont são ” A saga da Fênix Negra” e “Dias de um futuro esquecido” cooperando com John Byrne, Claremont desenvolveu e co-escreveu Wolverine com Jim Lee.

Curiosidade: Em 2015 Claremont e Byrne entraram para o Hall da Fama dos quadrinhos.

Claremont cresceu lendo historias de Dan Dare dos quais achava mais excitantes do que Batman e Superman, lia trabalhos de ficção cientifica de Robert Heinlein e outros gêneros de autores como Rudyard Kipling e C. S. Forester.

Curiosidade: Claremont é judeu por parte de mãe.

No ínicio Claremont não via nos quadrinhos uma profissão de carreira e por isso começou a estudar na Bard College sendo calouro de teoria politica e escrevendo novelas com esperança de se tornar diretor. Se graduou em 1972.

Em 1969 Claremont foi contratado pela Marvel como assistente editorial no qual recebeu crédito por X-men #59 escrita por Roy Thomas em agosto de 1969. Thomas assinou Claremont como script profissional de Demolidor e Viuva Negra #102 em agosto de 1973.
Já em 1974 Claremont escreveu Homem de Ferro com colaboração de John Byrne.

Uma de suas primeiras criações foram Madrox e o hmem multiplo na revista gigante de Quarteto Fantástico #4 de fevereiro de 1975. E em maio de 1975 ele foi contratado para trabalhar em X-men como colaborador de Wein e David Cockrum, a partir da revista #94.
Durante seus 17 anos escrevendo X-men Claremont teve duas grandes Sagas e das quais Denix Negra se tornou um sucesso estrondoso do nível que Galactus Trilogia foi para Stan Lee.

Tiveram vários team-ups tais com o Homem Aranha, Miss Marvel e tambem em 1982 um team up com os Jovens Titans da DC num crossover feito entre Marvel e DC.
Além da Graphic Novel de grande sucesso chamada ” Deus ama, o homem mata” em dezembro de 1982 que tambem inspirou o segundo filme dos X-men feito pela Fox.

Em 1987 houveram Spin Offs de Wolverine, Excalibur, sendo usados em séries como Mutante Massacre, Queda de Mutantes ambos com Jim Lee como pintor e co-escritor.

Já em 1991 Claremont deixou seu legado e foi para a Image Comics com sua obra autoral chamada: The Huntsman, em 1992 escreveu a graphic Novel de Star trek e em 1993 Alien vs Predador ambos pela Dark Horse Comics sendo finalizados em 1995.
Subsequente a isso em 1994 ele participou com Jim Lee numa revista dos WILDCats na Image Comics.
Em 1998 escreveu os Sete Soberanos que foi publicado pela Dc e teve 36 edições.
Em 1998 Claremont retorna para a Marvel para trabalhar com Quarteto Fantastico como diretor Editorial e entre 2000 a 2004 retornou para X-men.
Em 2004 co-escreveu JLA #94 a #99, do qual se reuniu novamente com seu parceiro Byrne.
Em 2007 retornou com Novos Excalibur com a inclusão de Noturno e Psylocke.
E 2008 iniciou o projeto chamado GeNEXT com foco nos dias atuais que marca a volta de Magneto e a destruição do asteróide M. E em 2014 assinou um contrato exclusivo com a Marvel no qual iniciou um projeto para Noturno que terminou em Março de 2015.

Veja abaixo alguns dos trabalhos de Claremont:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here