Perfil Animação | Quem lembra de Jambo & Ruivão?

Em 1957, a MGM fechava seu estúdio de animação. William Hanna e Joseph Barbera, criadores de Tom & Jerry, estavam desempregados, juntamente com sua equipe, composta de 110 ilustradores e animadores. Foram dezoito anos dedicados à dupla de personagens, cujos curtas foram premiados diversas vezes com o Oscar, mas o estúdio preferiu relançar continuamente as animações antigas do que produzir novos desenhos animados. Mesmo assim, Hanna e Barbera continuaram a parceria, e com parte da equipe fundaram a HB Enterprise, e investiram no crescente mercado de animação televisiva. A dupla começou a trabalhar em storyboards com novos personagens, apresentando assim Ruff, um gato, e Reddy, um cachorro. Entrando em sociedade com o diretor George Sidney, Hanna & Barbera fecharam um acordo com a Screen Gems, a divisão de televisão da Columbia Pictures, que na época estava entrando novamente no negócio de animação. Sentindo confiança em Ruff e Reddy, Hanna & Barbera apresentaram sua proposta, juntamente com um orçamento de produção simplificado, empregando um estilo novo, a animação limitada.

Histórico da animação

Ruff and Reddy foi uma das primeiras séries animadas produzidas para a TV, pioneira na técnica da animação limitada. Como os cartoons cinematográficos tinham muita ação e eram impossíveis em um orçamento para a televisão, Hanna e Barbera elaboraram um sistema onde utilizava menos desenhos, com cenários simples e fixos, personagens estáticos e movimentos simplistas, barateando consideravelmente os custos da produção e seguindo a exigência semanal televisiva.

Ruff and Reddy Show foi praticamente rejeitada pelo presidente da Columbia Pictures, Harry Cohn, mas o diretor financeiro, John Mitchell, garantiu o financiamento e distribuiu a série, o patrocínio veio da General Foods (fabricante de cereais). A animação estreou em dezembro de 1957 na NBC, abordando um relacionamento cômico contínuo entre um gato e um cachorro, sem o tema nêmesis (como em Wile E. Coyote /Road Runner, Sylvester/Tweety ou Tom & Jerry), mas com uma amizade que ajudou no humor e na sagacidade transmitidos ao público. Ao contrário de Tom & Jerry, os personagens foram dublados e H&B escalaram Don Messick como Ruff e Daws Butler como Reddy, com quem trabalharam na MGM.

A animação foi um segmento de um programa de 30 min, feito especificamente para a manhã de sábado, apresentado por Jimmy Blaine (em live-action) e com vários outros desenhos do antigo acervo da Columbia. Foi transmitido primeiramente em P&B até 1959, quando passou a ser emitido a cores. A NBC cancelou em 1959/60, e foi reeditada em 1962 por Newton Minow, um alto executivo da NBC, que exigia uma melhor programação para as crianças. Este novo formato estreou com Bob Cottle como Captain Bob e seu companheiro Efram Q. Judd, envolvido em aventuras para ajudar a natureza e lutar contra os vilões com a ajuda de seus amigos bonecos.

Bob Cottle como Captain Bob

Quando a NBC cancelou definitivamente o programa em 1964, a Screen Gems distribuiu os animações para estações de TV locais para uso nos programas infantis. Após o encerramento The Ruff & Reddy Show permaneceram um longo tempo sem ser visto na televisão, até que em 1980, a televisão a cabo USA resolveu trazê-los de volta novamente. A programação não ficou interessante sem a presença de um apresentador, além dos espectadores contemporâneas não gostaram muito dos personagens e ela acabou saindo logo do ar. Nos anos noventa, a Cartoon Network resolveu voltar a apresentar o desenho animado, mas novamente os espectadores não compreenderam e algumas semanas depois, infelizmente saiu do ar.

A Animação

A série de Jambo & Ruivão era um tipo de novela seriada com capítulos de cinco minutos cada, com 6 episódios que compõem um arco de história e dois arcos de história que compõem uma temporada. Jambo era um pequeno e esperto gatinho engravatado e Ruivão, seu melhor amigo, era um cachorrão branco e de cabelos ruivos que era completamente atrapalhado, mas tinha um coração enorme e não media esforços para proteger seu amiguinho. Logo na primeira aventura, a dupla é abduzida por uma nave espacial e levada até um pequeno planeta todo feito de metal chamado Oini-Mula (que é “alumínio” ao contrário) e Jambo e Ruivão fazem amizade com um gentil e velho cientista chamado Professor Gizmo, que depois volta a aparecer em outras aventuras; os principais vilões da série eram os bandidos gêmeos do oeste Matador e Mata a Dor (Killer and Diller) e um malvado pirata chamado Capitão Vilão (Captain Greedy) com seu estúpido ajudante Idiota Água Salgada; foram produzidas 12 aventuras entre 1957 e 1960, cada uma composta por 13 episódios de quatro minutos cada, que começavam trazendo Jambo e Ruivão a bordo de uma pequena motoneta; além de se verem às voltas com seres espaciais, Jambo e Ruivão também viviam as mais engraçadas aventuras enquanto ajudavam um filhote de elefante a voltar para a sua casa na África, salvavam uma estranha mistura de um frango com um dinossauro de ser capturado por bandidos ou participavam de uma hilariante caça ao tesouro, ajudados por uma pequena foquinha. No Brasil, o programa nunca foi exibido em seu formato original e os episódios de “Jambo e Ruivão” foram exibidos separadamente, com a dublagem em português feita pelo estúdio AIC/SP, e foi o genial dublador Roberto Barreiros quem fez as vozes do Jambo, do Ruivão e do narrador.

O desenho estreou no Brasil no começo da década de 60 pela extinta TV Tupi, na segunda metade da década de 60 foi para a também extinta TV Excelsior e em 1970 mudou-se para a TV Bandeirantes, que exibiu o desenho até 1984; em 1988, foi exibido pela última vez com sua dublagem clássica pela TV Record, ficando no ar até 1990, e em 1998 reapareceu no SBT com uma nova dublagem feita pela Cincrovídeo (que não era tão ruim, embora não possa ser comparada a original; pelo menos foi o dublador Allan Lima, que fez a voz do narrador na dublagem original do desenho “Os Apuros de Penélope”, que fez a narração nessa segunda dublagem); já em 2003, o desenho também foi exibido pelo canal a cabo Boomerang, porém com uma terceira dublagem de décima categoria feita em Miami, que descaracterizou completamente o desenho.

QUADRINHOS

Primeira edição com os personagens em quadrinhos, pela Dell Comics.

Entre 1958 e 1962, a Dell Comics publicou sua versão de Ruff & Reddy, tornando-se a primeira das sete editoras americanas (junto com Gold Key, Charlton, Marvel, Harvey, Archie e DC ) a produzir quadrinhos com os personagens.

Edição 2 de The Ruff and Reddy Show, da DC, uma versão dos personagens em quadrinhos.

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here